Paulo Luna

A palavra é traiçoeira, engana o insano e o são. Similar faca a palavra rufa.

Textos

Deleite do poeta
Não ir a lugar nenhum
árvore plantada
no oco do breu
ficar atado a todo e qualquer conceito
estigma de um navio mutilado
pássaro de jade
sem asas o bule
deixa entornar o leite

deleite do poeta
vírgula partida
máscara de carnaval

nave astronave no tudo e o nada

Não ir a lugar nehum
besta quadrada
no seu quadrilátero

osso distorcido

um pouco de mim navega
outro pouco, fica

árvore que voa
vai pousar
do lado do sol
píncaro de pano
debaixo de um lençol

o poema desanda
no mesmo lugar em que havia
A pedra no meio do caminho
Paulo Luna
Enviado por Paulo Luna em 11/04/2012


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras